Membros / Amigos

Conheça mais de nossas Postagens

Research - Digite uma palavra ou assunto e Pesquise aqui no Blog

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Calendário Judaico

O Calendário Judaico, em hebraico "Luach"; um organizador do tempo.


Assim como um relógio marca a passagem de minutos e horas, um calendário marca a passagem de unidades maiores de tempo – dias, semanas, meses, anos e séculos.

O Luach (calendário judaico), diferentemente do gregoriano, é baseado no movimento lunar, onde cada mês inicia-se com a lua nova (visualização do primeiro reflexo de luz sobre a superfície lunar).


Calendário judaico ou hebraico é o nome do calendário utilizado dentro do judaísmo. Os eventos e comemorações (festas) Judaicas são sempre comemorados na mesma data e seguidas no calendário judaico. Em comemorações mundiais segue-se através do calendário gregoriano.

O calendário hebraico, que é observado até os dias de hoje, é um calendário do tipo lunissolar cujos meses são baseados nos ciclos da Lua, enquanto o ano é adaptado regularmente de acordo com o ciclo solar. Por isso ele é composto alternadamente por anos de 12 ou 13 meses.

A palavra "mês" no calendário judaico deriva do radical da palavra "novo", isto se dá porque o primeiro dia de cada mês é sempre o primeiro dia de lua nova.
Nos tempos bíblicos a determinação do começo do mês era realizada pela observação direta de testemunhas designadas para este fim.

O Calendário atual, fixado por *Hilel II em 358 d.C, após algumas discussões e estudos entre os sábios da época, foi criado em função das necessidade de um calendário permanente para as Comunidades que vivessem fora de Israel. Sempre foram necessárias equiparações nos ciclos, no calendário antigo, o ajuste se dava pela maturação da colheita.

Atualmente, no calendário judaico, os meses são fixados por um cálculo complexo que leva em conta mais uma serie de fatores (parâmetros) religiosos adicionados por rabinos da época do Tamuld, como por exemplo, o primeiro dia do ano não pode cair num domingo, nem quarta-feira, nem sexta-feira. Também foi determinado que os meses de Cheshvan e kislev podem ter ou 29 ou 30 dias, de acordo com o ajuste necessário para o começo do ano seguinte.

*Hilel II - um estudioso judeu e fundador de uma dinastia dos patriarcas que eram os chefes espirituais do judaísmo. 

O mês lunar é composto de 29 dias, 12 horas e 44 minutos, perfazendo o ano lunar de aproximadamente 354 dias. Então, para termos números inteiros, um mês lunar passaria a ter, alternadamente, 29 dias (chamado de incompleto) e 30 dias (chamado de completo). Por isso, Rosh Chodesh (inicio de mês) é celebrado em 1 dia, quando o mês é de 29 dias, e celebrado por 2 dias quando o mês é de 30 dias.

Os meses tem nomes adaptados do antigo calendário babilônico e são maiores do que os meses do calendário romano. A Bíblia contem nome de sete meses que os judeus usam até hoje, que são:
  • Kislev (Ne 1:1 e Zc 7:1)
  • Tebeth (Et 2:16)
  • Shebat (Zc 1:7)
  • Adar (Et 3:7 e 8:12)
  • Nisan (Ne 2:1 e Et 3:7)
  • Sivan (Et 8:9)
  • Elul (Ne 6:15)
A Bíblia também menciona quatro nomes antigos que não estão mais em uso e que se relacionavam com agricultura ou plantas:
  • Abib (Ex 13:4)
  • Ziv (I Rs 6:1, 37)
  • Ethanim (I Rs 8:2)
  • Bul (I Rs 6:38)
Assim como os meses começam com a "lua nova", como a lua reflete a luz do sol, era esperado que Israel refletisse a luz do Messias para o mundo.

"Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo curas nas suas asas; e vós saireis e saltareis como bezerros da estrebaria." Malaquias 4.2

<<Um ano no calendário judaico tem 354 dias; ou seja, o ano lunar tem onze dias menos do que o ano solar, que tem aproximadamente 365 dias.>>

O ano solar possui 365 dias e mais um quarto de dia. Portanto, o ciclo lunar tem que ser ajustado ao calendário solar, de tal forma que as festas judaicas ocorram nas estações corretas. Por ex., Pessach (Páscoa) tem que ocorrer (considerando as estações em Israel), na época da Primavera (equinócio da primavera tem que estar dentro do mês de Nissan); como Sucot deve ser no outono.

Este ajuste é feito criando-se um ano “embolísmico”, isto é, um ano com 13 lunações. E o nome deste mês adicional é chamado de Adar II (Adar Sheni). Isto é feito por sete vezes num ciclo de 19 anos. E a cada 19 anos, o calendário judaico coincide com o calendário gregoriano.

Anos embolísticos ou longos têm uma duração de 383, 384 ou 385 dias.
As variações dos anos normais (353, 354, 355) e embolísticos (383, 384, 385) são chamados respectivamente “deficiente”, “regular”, “completo”.

Para este ajuste precisamos determinar a diferença de dias entre um ano solar (aproximadamente 365 dias e 6 horas) e o período de 12 meses lunares (aproximadamente 354 dias): ele equivale aproximadamente a 11 dias e 6 horas. (o Ano Lunar tem cerca de onze dias a menos!). Portanto, se ignorarmos inteiramente o Ano Solar, as festas não seriam na mesma época a cada ano com relação à estação do ano, e iriam atrasar onze dias. Em cerca de três anos, sairiam fora de sua respectiva estação por aproximadamente um mês; em nove anos, por cerca de três meses. Pêssach não seria mais na primavera, e sim no inverno; como Sucot seria em pleno verão!

Por essa razão, que os judeus não permitem que o Ano Lunar se distancie do Ano Solar; eles estão sempre próximos.  É por isso que o calendário judaico tem um mês a mais a cada três anos, enquanto os onze dias de diferença formam cerca de um mês. Adicionado este mês após Shevat, empurra-se Nisan para frente, para o seu lugar apropriado na primavera. Uma vez que o mês de Nisan está de volta, todas as outras festas cairão na época certa e nas estações adequadas.

É preciso um período de 19 anos para "ajustar" o Ano Lunar e o Ano Solar, para que ambos comecem exatamente ao mesmo tempo, sem defasagem. Portanto, o calendário judaico está dividido em períodos (ou ciclos) de dezenove anos. Em cada período, ou ciclo, há sete anos embolísmicos: o 3º, 6º, 8º, 11º, 14º, 17º e 19º.

Assim, torna-se fácil descobrir se um ano judaico qualquer é embolísmico. Divide-se o ano judaico por 19; se o resto for 3, 6, 8, 11, 14, 17 ou 19 (no último caso, não sobrará resto), este será um Ano Embolísmico.

  • "É necessário não esquecer que os judeus contam o dia de pôr-do-sol a pôr-do-sol."

ANO NOVO
O início do ano judaico civil se dá no mês de Tishrei (Setembro/Outubro).

Rosh Hashaná  é o nome dado ao ano novo judaico.

Rosh Hashaná ocorre no primeiro dia do mês de Tishrei, primeiro mês do ano no calendário judaico rabínico, sétimo mês no calendário Bíblico e nono mês no calendário gregoriano.

Um dos símbolos mais importantes do Rosh Hashaná é o shofar, instrumento feito de chifre de carneiro que é tocado na data e remonta à época em que os judeus eram nômades. Outra característica do shofar é que ele soa como um alarme, que chama à reflexão e à consciência adormecida. Para os judeus, é tempo de refletir e se arrepender dos pecados.
Rosh há Shaná (literalmente “Cabeça do Ano”, em Hebraico), é o Ano Novo pelo calendário judaico.
A contagem
Conforme o Calendário Judaico, estamos vivendo o ano 5.774 (iniciado a 4 de setembro de 2013) desde a criação do homem.

De acordo com a tradição judaica, a contagem é feita a partir da criação de Adão o primeiro homem (no sexto dia). A data tida como coerente à criação do homem “sobre a face da terra” é 3.760 a.C.. Ou seja, os dias se iniciaram, segundo o Velho Testamento (Gênesis) ao por do sol do quinto dia (5ª feira - Yom Shishi), 7 de outubro de 3.760 a.C.

Importa ressaltar que qualquer cogitação à possível imprecisão quanto ao ano estabelecido de 3.760 a.C. não invalida a intenção do Espírito Santo de nos revelar, matematicamente, que o conhecimento dos “princípios do homem” fora transmitido “de pai para filho” tendo os “principais patriarcas” como “elo” e “testemunhas vivas” dos propósitos de Deus para com o homem caído (Verdade Viva-Jose Silva). Que mentes espirituais possam compreender as revelações do Espirito Santo.

Ao ano com 13 meses da-se o nome de Shaná Meuberet

Para o cálculo do ano judaico:
Basta acrescentar 3760 ao ano do calendário gregoriano (levando em consideração que nos meses de setembro/outubro, começo do ano judaico, se acrescenta um a mais ao ano corrente). Exemplo: o ano de 2013 seria o ano de 5773 judaico, mas a partir do dia 04 de setembro de 2013 começa o ano de 5774 judaico.



Os dias da Semana
Sete são os dias da semana e assim são nomeados:
Iom rishon (Domingo)
Iom Sheni (segunda)
Iom Shlishi (terça)
Iom Revii (quarta)
Iom Chamishi (Quinta)
Iom Shishi (Sexta)
Shabat (sábado)


Ano civil e religioso do calendário judaico
A seguir, relacionamos (tabela) com a composição dos anos civis e religiosos do calendário judaico -os nomes dos meses, com o número de dias respectivos-

Ano Civil   Nome do Mês   Ano Religioso     Mês equivalente            Número de dias
1º               Tishrei                      7º                 Setembro/Outubro                     30
2º               Heshvan                  8º                 Outubro/Novembro                     29/30
3º               Kislev                       9º                 Novembro/Dezembro                30/29
4º               Tevet                       10º                Dezembro/Janeiro                      29
5º               Shevat                     11º               Janeiro/Fevereiro                        30
6º               Adar                        12º                Fevereiro/Março                        29/30
-                 Adar II                         -                  Março/Abril                                 29
7º               Nisan (Abib)             1º                  Março/Abril                                 30
8º               Lyar                          2º                 Abril/Maio                                     29
9º               Sivan                        3º                  Maio/Junho                                 30
10º             Tammuz                  4º                  Junho/Julho                                29
11º             Av                             5º                  Julho/Agosto                              30
12º             Elul                           6º                  Agosto/Setembro                      29



"Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que 
alcancemos corações sábios."Salmo 90.12


Fonte: culturajudaica.org; Toraweb.net; wikipédia; Jerusalem de ouro; dicionario Bíblico Vida; Bíblia NVI; Bíblia Shedd; 



Leia também:
Aqui eu Aprendi!

15 comentários:

  1. Parabéns! Estava procurando algo assim e aprendi muito mais! Deus abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Renato Maniero.
      Espero que possa ver mais comentários seus nos demais assuntos abordados no blog.
      Obrigado.
      Pastor Ismael

      Excluir
  2. parabéns muito obrigado, deus os abençoe, continuem este trabalho

    ResponderExcluir
  3. Excelente. Gostei muito e vou aproveitar para estudar mais.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por compartilhar seu conhecimento! Que Deus continue te abençoando muito! Fica na paz do Senhor Jesus!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada por compartilhar seu conhecimento! Que Deus continue te abençoando muito! Fica na paz do Senhor Jesus!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada muito boa a matéria já sabia um pouco a respeito mas aprendi bem mais Deus abençoe Shalom.

    ResponderExcluir
  7. Fiquei admirado de ver tantos detalhes na contagem de tempo para formar um período de mês e ano. Realmente isso envolve muita sabedoria! Fico pensando que essa sabedoria é milenar, e agora entendo porque a bíblia diz que o número da besta é um número calculável, porém não temos essa sabedoria disponível.
    Gostei muito do estudo e sei que tudo isso é só um pequeno resumo.
    Fique na paz!

    ResponderExcluir
  8. obrigado estava procurando explicação sobre o assunto e obtive o q procurava.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns amado! Material muito bom! Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  10. muito bom, mais muito complicado.
    Que tal descomplicar, os Judeus esqueceram dos anos jubileu que são 80 até o nascimento de Jesus.
    (3760 + 2016 = 5776) 3760 + 80 =3840 +2016 + 5856) isto é ano solar convertido em anos Bíblico é = 5978 / 49 = 122 o ano 5979 é jubileu.

    ResponderExcluir

O comentário será postado assim que o autor der a aprovação.

Respeitando a liberdade de expressão e a valorização de quem expressa o seu pensamento, todas as participações no espaço reservado aos comentários deverão conter a identificação do autor do comentário.

Não serão liberados comentários, mesmo identificados, que contenham palavrões, calunias, digitações ofensivas e pejorativas, com falsidade ideológica e os que agridam a privacidade familiar.

Comentários anônimos:
Embora haja a aceitação de digitação do comentário anônimo, isso não significa que será publicado.
O administrador do blog prioriza os comentários identificados.
Os comentários anônimos passarão por criteriosa analise e, poderão ou não serem publicados.

Comentários suspeitos e/ou "spam" serão excluídos automaticamente.

Obrigado!
" Aqui eu Aprendi! "

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...